segunda-feira, 23 de junho de 2008



CAPELINHA DE MELÃO

"Capelinha de melão,é de S. João,é de cravo, é de rosa,de mangericão.S. João está dormindo,não se ouve não.Acordai, acordai,acordai, João."



De origem francesa, as festas juninas são heranças portuguesas trazidas ao Brasil. Suas origens remontam ao século XII na França com a celebração dos solstícios de verão (dia mais longo do ano, 22 ou 23 de junho), vésperas do início das colheitas. No hemisfério sul, na mesma época, acontece o solstício de inverno (noite mais longa do ano). Assim como tantas outras festas pagãs, as Juninas adquiriram sentido religioso trazido pela Igreja católica.

Três santos são festejados no Brasil: Santo Antônio (dia 13 de junho); São João (dia 24 de Junho);São Pedro (dia 29 de Junho).

As festas se tornaram populares no Brasil e seus diversos elementos se transformaram e sofreram influência da nossa brasilidade. A quadrilha, por exemplo, na corte francesa do século XIX, era uma dança importante que fazia a abertura de todos os bailes, derivou-se da contradança francesa. Aqui no Brasil, sofreu adaptações e foi reinterpretada sendo parte fundamental da festa no nordeste. A festa toda naquela região do Brasil, tem importância muito maior que nas outras regiões. O povo nordestino espera o ano todo pelas festas juninas que costumam ter mais participação até mesmo do que as festas natalinas.

A fogueira é um elemento que teve sua influência nos cultos pagãos da Idade média, onde se celebrava o solstício de verão acendendo uma fogueira. Existe uma lenda na qual se diz que o costume de acender fogueiras no início do verão na Europa, vem da influência desta lenda que diz que Maria e Izabel fizeram um acordo: quando São João Batista nascesse, Isabel faria uma fogueira sobre um monte, pra avisar Maria sobre o parto e esta ir ajudá-la.as roupas campesinas usadas nas festas remetem ao povo rural que no início foi quem mais foi tocado pela festa.

A gastronomia típica exerce seu apelo, atraindo muitas pessoas para as festas. Muitos pratos são típicos somente nesta época do ano, tal como o pinhão e por isso tem um valor especial. Quentão, pipoca, batata doce, canjica, milho verde, maçã do amor, bolo de milho... Etc.São receitas calóricas que caem muito bem numa época de frio.

O mais importante da festa é sua contagiante alegria, ao ritmo das músicas típicas que embalam os participantes. Mesmo aqueles mais tímidos são contagiados pelo clima quente e eufórico da festa através da música, das danças, do calor da fogueira ou embalados pelo cheiro e pelo sabor de um doce quentão.




P.S."Em astronomia, solstício é o momento em que o Sol, durante seu movimento aparente na esfera celeste, atinge a maior declinação em latitude, medida a partir da linha do equador. Os solstícios ocorrem duas vezes por ano: em 21 de dezembro e em 21 de junho. Quando ocorre no verão significa que a duração do dia é a mais longa do ano. Analogamente, quando ocorre no inverno, significa que a duração da noite é a mais longa do ano. Fonte Wikipédia.


Nenhum comentário:

Postar um comentário