quinta-feira, 20 de outubro de 2011

VAN GOGH: NEW LIFE -nova biografia sobre Van Gogh







"As a painter, I will never amount to anything important. I am absolutely sure of it."



Uma nova biografia de Van Gogh “Van Gogh: The Life” escrita por dois eminentes autores Steven Naifeh and Gregory White Smith - vencedores do  Pulitzer Prizer com a biografia de Jackson Pollock - coloca em xeque a história oficialmente aceita sobre a morte de Vincent Van Gogh.
Após uma intricada e detalhada pesquisa de mais de dez anos os autores sustentam a idéia que Van Gogh não cometeu suicídio, mas foi vitima de circunstâncias dramáticas, morto acidentalmente por uma arma de fogo, portada possivelmente por dois garotos adolescentes, conhecidos do artista na época.
A história foi sendo construída quando os autores perceberam lacunas, contradições, fatos obscuros e acontecimentos não explicados ao longo da história oficial sobre a vida e especialmente sobre os fatos que rondaram a morte do artista.
Amparados por uma equipe completa e super habilitada de inúmeros tradutores, especialistas em computação, pesquisadores e até mesmo um software específico, Naifeh e Smith foram clareando a idéia de Van Gogh não ter dado cabo da própria vida. O conjunto de informações colhidas em diferentes fontes, lugares e em diversas situações, tal qual as peças de um quebra cabeça, foi se encaixando e assim trazendo à tona outros personagens até então desconhecidos e perdidos na poeira do tempo.





Assisti aos dois vídeos aqui parte I e aqui parte II sobre a nova biografia de Van Gogh. É uma entrevista que o repórter Morley Safer (correspondente da CBS News) faz com os autores da biografia no seu famoso 60 Minutes. A reportagem nos leva aos lugares em que Van Gogh viveu e morreu, reconstituindo o percurso do artista.
O Van Gogh Museum abriu suas portas e arquivos privados para os jornalistas realizarem suas pesquisas. Também se manifestou dizendo que o resultado é “dramático” e “intrigante” enquanto que o curador Leo Jansen - Curador do Museu e Editor do Van Gogh Letters Project - sugeriu que “muitas perguntas ainda permanecem sem respostas” e “é cedo pra descartar o suicídio”, mas em contrapartida também disse: 
“A biografia definitiva de Van Gogh para as próximas décadas."

A reportagem instiga e fica a vontade de saber mais sobre a possivel história da real situação que envolveu a vida do artista e sua morte. Obviamente que vou ler o livro e assim que terminar vou fazer um post sobre ele.



"As a painter, I will never amount to anything important. I am absolutely sure of it."

Van Gogh (como pintor eu nunca 


                                   The church at Auvers-sur-Oise.1890. Museu d'Orsay, Paris.


2 comentários:

  1. Van Gogh foi mesmo um Gênio

    ResponderExcluir
  2. estou escrevendo sovre van gogh, meu próximo livro falará sobre ele, visitem meu site www.wix.com/williambiol/williamcastelhano meu email é williambiol@ig.com.br abraços amigos...

    ResponderExcluir