terça-feira, 31 de agosto de 2010

Pipilotti Rist


"Arts task is to contribute to evolution, to encourage the mind, to guarantee a detached view of social changes, to conjure up positive energies, to create sensuousness, to reconcile reason and instinct, to research possibilities and to destroy clichés and prejudices."Pipilotti Rist

                        fotos por Monica Cella

O universo onírico de Pipilotti Rist,

Ela usa o próprio corpo como representação de sua arte, veste-se preferencialmente com cores vibrantes e constantemente aparece em suas vídeos instalações. Canta e representa seus próprios personagens.
Pipilotti Rist trabalha na fronteira entre a fantasia e a realidade, a psique e a razão. Freqüentemente fala de sonhos para se referir ao seu trabalho.

Ambiguidade.

Através de imagens oníricas, coloridas, sempre acompanhadas de trilhas sonoras ao fundo, constrói um mundo exótico, luxuriante, cheio de referências ao feminino, ao elemento água, ao movimento de rotação.
Suas vídeo instalações tomam as paredes inteiras dos espaços expositivos, formando imensas telas em ângulo.
Ao entrar no espaço como espectadores nos tornamos parte da própria cena, imersos nas imagens gigantes que se sucedem. Almofadas estão dispostas por todo o espaço.
O corpo se curva independente da nossa vontade magnetizado pelas cenas e pela música. Promessas de um prazer iminente...
Somos tragados pra dentro daquele universo e imediatamente se estabelece uma conexão, um vínculo que nos ata àquele momento. As imagens deslizam pelas paredes suavemente em movimentos lentos e ficamos ali presos a viajar junto com elas.

Desejo, sedução, sensualidade, paixão, perigos e prazeres... submergir ou emergir ?! Encontrar ou perder(se) !?
Fantasia e realidade...

A obra Sip My Ocean (1996) abaixo, projeta as imagens de um fundo marinho em ângulo, onde elas se fundem em espelho umas nas outras, em rotação constante causando certa vertigem alucinógena. Por vezes um objeto cotidiano se interpõe diante do nosso olhar e nos traz à tona novamente, para segundos depois nos carregar novamente com as ondas de imagens que vão e vem.
Os movimentos são lentos, mas em contraposição as cores são vivas. Corpos mergulhando num azul de mar, águas cristalinas se misturam à formas abstratas não identificadas, uma xícara que mergulha profundamente no azul do mar, um carrinho de brinquedo, um olho gigante e Wicked Game, de Chris Isaak interpretada pela voz hipnótica de Pipilotti Rist, que por vezes sussurra e por outras grita histericamente a letra da música:

The world was on fire and no one could save me but you.
It's strange what desire will make foolish people do.
I never dreamed that I'd meet somebody like you.
And I never dreamed that I'd lose somebody like you
No, I don't want to fall in love (This world is only gonna break your heart)
No, I don't want to fall in love (This world is only gonna break your heart)
With you (This world is only gonna break your heart)

What a wicked game to play, to make me feel this way.
What a wicked thing to do, to let me dream of you.
What a wicked thing to say, you never felt this way.
What a wicked thing to do, to make me dream of you and


I want to fall in love (This world is only gonna break your heart)
No, I want to fall in love (This world is only gonna break your heart)
With you

...Nobody loves no one.

Sip My Ocean , 1996.(video You tube - 4:51min)



*Pipilotti Rist é uma artista multimídia nascida em 1947, na Suíça.
Estudou arte comercial, ilustração e fotografia no Institute of Applied Arts in Vienna, Austria ; Comunicação audio visual na School of Design in Basel, Suíça; trabalhou com computação gráfica; fez parte da banda Les Reines Prochaines, entre 1988 e 1994 com shows e performances.
Sua obra acontece através de videoarte e instalações.
Segundo a artista o meio permite explorar uma infinidade de técnicas: pintura, tecnologia, linguagem, musica, movimento, poesia, e outros.
        
          
          Outros trabalhos da artista:


*Partido amistoso - sentimientos electrónicos
 Exposição Pipilotti Rist Na Fundación Joan Miró, Barcelona
 08/07 - 01/11/2010



*multimídia , termo usado para artistas que usam ao mesmo tempo diferentes meios de apresentação de seu trabalho: vídeo, música, luzes, palavras, imagens,etc.
*Fotos por Monica Cella, exposição Partido amistoso, sentimentos eletrónicos - Fundación Joan Miró, Barcelona-Espanha.

2 comentários:

  1. Faz um ano que ela esteve no Brasil com uma exposição no Museu Paço das Artes, em São Paulo. Ela também viajou para Minas Gerais, para fazer pesquisas. Numa entrevista disse que tem muito de Brasil nela, principalmente as cores e não entende porque os europeus temem tanto as cores - não sei porque, acho que ela se referiu ao modo de vestir, porque na entrevista ela estava com uma roupa toda laranja. Ela disse também que a inspiração vem do seus sonhos que ela anota e depois desenha. Como sonha, essa mulher!!

    ResponderExcluir
  2. Thanks pela contribuiçao Luma!
    gostei de saber sobre essa questão com o brasil...

    ResponderExcluir